segunda-feira, 30 de novembro de 2009

GOLS DO MENGÃO

VAMOS FLAMENGO!

Flamengo joga domingo eu vou p’ra lá
Vai haver mais um baile no Maracanã
O mais querido tem Pet, Adriano e Juan
Vou pedir p’ra São Jorge p’ro Mengo ser campeão!

Mais do que uma decisão, uma afirmação de um time que encontrou o equilíbrio no decorrer da competição. Talento e experiência foram fundamentais até agora. O compromisso contra o Grêmio neste domingo, até o final dos 90 minutos, deverá ser encarado com uma decisão e não um jogo de festa, como o Ocorrido contra o América do México. A dor deve ter ensinado a gemer. Nada está ganho. A taça está na mão, falta pegá-la.
Depois, vamos discutir se somos hexa, penta, mas primeiro:

VAMOS FLAMENGO,
VAMOS SER CAMPEÃO!
VAMOS FLAMENGO!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

VAMOS SER FLAMENGO

Erros na origem foi o que aconteceu. Costuma-se dizer que se perde a oportunidade do gol na última bola, porém no jogo contra o Goiás o Flamengo cometeu excessivos erros de passes e nos momentos capitais, após a bola ter sido roubada, o que proporcionaria oportunidades impares.
Logo no início do jogo essa situação saltava aos olhos e exatamente nos pés do Pet, de Adriano, Juan e do Willians.
Erramos passes capitais. Pede-se dizer até que jogamos errado, em termos táticos, mas o pior dos erros estava na origem, não há como se criar grandes jogas ou desenvolver um esquema tático se existir o erro primário o da primeira bola.
O nervosismo, a responsabilidade, a pressão, a oportunidade, somados a ansiedade teve como conseqüência o grave empate e quem sabe a perda do título. Raça não faltou e sim equilíbrio.
Vamos torcer para que o São Paulo contra o Goiás não leve “tanta sorte” como vem levando em alguns jogos e nós assumamos postura de FLAMENGO, um time acostumado a vencer e não um assustado pela oportunidade.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

APOCALIPSE PAULISTA

Esse campeonato está se encaminhando para um desfecho que poderá deixar muitos dos cronistas torcedores com fortes dores nas cabeças.
Vamos que ao final tenhamos a conclusão dos campeonatos, series A e B (mera suposição):
Serie B
01: Vasco
02: Guarani
03: Ceará
04: Figueirense
17: Brasiliense
18: Fortaleza
19: ABC
20: Campinense

Série A
1: Flamengo
2: São Paulo
3: Cruzeiro
4: Internacional
17: Santos
18: Santo André
19: Náutico
20: Sport

Teríamos o seguinte resumo:
Vasco – Campeão da Série B
Flamengo – Campeão da Série A
Fluminense - Campeão Sul Americana e permanece série A
Botafogo - Permanece série A

De São Paulo caem dois: Santo André e Santos
Eu deixo com vocês a análise mental daquilo que eles não querem de jeito nenhum, a supremacia do futebol do Rio.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

“É preciso ter muita calma nessa hora”

Uma coisa é certa: “É muito fácil comentar depois do jogo realizado”
Eu sempre tive por norma não tecer comentários sobre resultados e sim, sobre o comportamento das equipes, no caso específico o nosso Mengão, após os resultados e antes das partidas que participa.
O Flamengo joga como esperávamos após a solidificação da equipe, defende-se bem quando é pressionado. Equilibrado na busca de resultados e sabe ser sufocante quando necessário. Não tenho dúvidas de que isso se deve, e muito, a ascensão de jogadores considerados pontuais como Adriano, Pet, Zé Roberto, Leo, Bruno, Madonado, e tantos outros além do técnico Andrade – cada uma na sua função, mas uma boa equipe é isso, conjunto.
O jogo contra o Goiás, que após alguns tropeços está num crescente, merece toda atenção. Já perdemos uma Copa do Brasil e uma Libertadores para o salto alto, então tacão no lixo e muita seriedade... Como dizem: “É preciso ter muita calma nessa hora”

sábado, 14 de novembro de 2009

Estou reeditando uma postagem... Eles se acham!

terça-feira, 1 de setembro de 2009
E por que não?

Assistindo alguns comentaristas, notadamente os das TVs de assinatura, a sensação que tenho é que só falta definir no palitinho se São Paulo, Palmeiras, Goiás ou Internacional vai ser o campeão desta temporada. Na realidade saibam que no nosso modo de ver concluímos que o Campeonato Brasileiro está aberto, com todos tendo condições de chegar ao título máximo, exceto o Fluminense já os que passaram dos 20 pontos tem chances de chegar.
Você pode ironizar como ironizei ao refletir sobre tamanho “disparate”, mas as coisas caminham para isso. Mais um empate entre aqueles que estão no G4, e que não jogarão entre si e vitória dos que não jogam contra eles e esse campeonato nivela seus competidores.
O Flamengo, como quem não quer nada, se isso acontecer e vencer o representante do Paraná, já vai estar encostado no G4 faltando mais de 15 rodadas, ou seja, 45 pontos a serem disputados.
Os derrotistas de plantão podem retrucar que não temos time... E quem tem?
Isso é muito relativo. O Avaí que diziam ser candidato ao rebaixamento obteve uma bela série de vitórias, interrompida no último jogo contra o Coritiba.
Eles podem, o Mengão não!?

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Gols do Mengão contra o Galo

Jogar sério


Essa foi, sem dúvida, a máxima no jogo contra o Atlético Mineiro. O Flamengo jogou centrado em seus objetivos do início ao fim da partida.
Ao contrário do que fez o Atlético com Tardelli e companhia priorizando as jogadas de efeito, desta feita, nem mesmo os nossos pavõezinhos acharam tempo para firulas desnecessárias.
Os gols aconteceram com naturalidade e dentro dos patrões do Flamengo, nenhuma surpresa para o Galo Mineiro, que usou e abusou do salto alto.
Esse modelo de dedicação é o queremos contra o Náutico, nosso grande desafio, pois os que estão a nossa frente possuem compromissos em casa e de moderado perigo para suas pretensões. O nosso sim, vai ser osso duro de roer, mas nossas vibrações positivas vão dos dar forças para chegarmos aos nossos objetivos: “O Título”.

domingo, 8 de novembro de 2009

Vamos p’ra cima deles

Ignorar a qualidade do Atlético Mineiro é o mesmo que sair na chuva sem capa ou guarda-chuvas, porém se proteger contra as intempéries é uma decisão inteligente, principalmente quando se tem um bom abrigo. Assim será o Mengão neste domingo, indo para a chuva sem medo de se molhar.
Essa talvez seja a partida do diferencial com relação às outras equipes que brigam pelo título.
É nesse jogo que o Flamengo tem que jogar como Mengão, não se apequenando, usando a inteligência e fazendo-se respeitar.
A cada minuto do encontro, teremos vibrações de todas as partes, boas e ruins, façamos um filtro e vamos depurar o que nos interessa.
Que Andrade seja iluminado, juntamente com seus assessores, e tenhamos o fortalecimento das pretensões da Nação Rubro Negra neste Brasileirão.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Sou mais Flamengo

Dificil acreditar que a crônica ainda ironize o momento do Flamengo. Atribuem os resultados ao Pet, ao Adriano e se esquecem do time, que hoje está fazendo a diferença.
Se usarmos como exemplo o jogo contra o Barueri, constatamos que houve um desequilíbrio na equipe. Marca um gol em condição irregular, que acreditava ser legal (para quem está em campo, a visão é restrita) e vê a conquista ser invalidada pela arbitragem motiva uma onda de revolta. Posteriormente, no último minuto da prorrogação do primeiro tempo, sofre um gol do adversário em condições duvidosas. Junte-se a ansiedade e a torcida impaciente. Bom, o resultado não poderia ter sido diferente. Agora, no jogo contra o Santos os reflexos da incerteza ainda se fizeram sentir, onde mesmo com o placar favorável, o árbritro do partida quase conseguiu desestabilizar mais uma vez o time do Flamengo cujo vigor foi revigorado nas defesas do Bruno. Quem sabe contra o Atlético Mineiros tenhamos de volta a atitude e o poder Mengão. Se a música for executada pela mesma banda, duvido que desafine.